baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Em Santarém, governador assina ordem de serviço para mais dois terminais hidroviários

Em Santarém, governador assina ordem de serviço para mais dois terminais hidroviários

Como parte da agenda de compromissos no oeste do Pará, o governador Simão Jatene assinou, na noite desta sexta-feira (24), em Santarém, as ordens de serviços para construção de mais dois terminais hidroviários: no distrito de Santana do Tapará (Santarém) e no município de Curuá. As duas obras estão orçadas em quase R$ 7 milhões. Ao todo, sete portos serão construídos na região, com um investimento total do Governo do Estado superior a R$ 80 milhões.

A homologação do resultado da licitação saiu na edição de terça-feira (21) dos diários oficiais do Estado e da União. A assinatura do contrato entre a empresa Paulo Brígido Engenharia, vencedora da licitação, e a companhia de Portos e Hidrovias (CPH) ocorreu no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces) e contou com a presença de diversas autoridades.

O governador destacou as obras como fundamentais para garantir desenvolvimento e melhor qualidade de vida à população da região. “É de uma importância muito grande na dinâmica econômica da região e de uma importância fundamental na vida das pessoas. Eu me sinto muito feliz e faço questão de destacar que isso só está sendo possível pelo apoio de todos os paraenses. Não é possível fazer obras de R$ 80 milhões sem que isso tenha origem, e a origem desse recurso é o imposto que cada paraense paga”, afirma Jatene.

Jatene também reforçou que outras importantes obras vão ser feitas na região, como a ampliação do serviço de hemodiálise ofertado em Santarém. “Eu me sinto muito feliz que esse imposto se transforme num investimento que vai atender a um velho sonho da população. O Hospital Regional de Santarém é um dos dez hospitais públicos brasileiros classificados no nível mais alto de acreditação hospitalar, que é o ONA 3, então isso nos dá uma alegria muito grande”, completa Jatene.

Durante o dia, outras duas ordens de serviço para construção de terminais hidroviários haviam sido assinadas, em Faro e Terra Santa. Os municípios de Almeirim e Prainha também vão ter novos portos. “Nós, da região do Baixo Amazonas, que conhecemos a importância dos nossos rios como elemento de integração, sabemos que a construção desses terminais vem em excelente hora. Aliás, é um sonho aguardado há décadas pela nossa população que, graças a Deus, por meio do Governo do Estado, começa a se tornar realidade”, diz o presidente da Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), Alexandre Von.

A expectativa é que dentro de um ano os primeiros terminais já estejam em operação, proporcionando mais segurança e conforto aos usuários. Santarém ainda receberá outro terminal hidroviário, com área total de 3,6 mil metros quadrados e investimento superior a R$ 60 milhões. O novo porto terá capacidade para atender 50 mil passageiros por mês.

Para o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, essa será considerada uma das maiores obras recentes do município. “Essas obras, tanto do porto de Santana, quanto do porto de Santarém, que está em processo de licitação, tiram Santarém de uma situação incômoda. O atual porto do município não tem estrutura nem segurança para receber toda a demanda, que vem aumentando a cada ano, de passageiros e de cargas. Essas obras vão impactar toda a região do Baixo Amazonas”, acredita Nélio Aguiar.

O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Márcio Miranda, destacou os investimentos feitos na região. “Somos um dos únicos estados da federação onde obras estão acontecendo, e principalmente para esta região. São mais de R$ 100 milhões em obras. É muito importante compreender que estados e municípios, quando têm esses momentos de crise, têm que se unir e procurar saídas que gerem emprego, renda e desenvolvimento. E, acima de tudo, que criem infraestrutura para melhorar a qualidade de vida de nossa população”, afirma o parlamentar.

Por Joab Ferreira

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA