baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Em obras, terminal vai organizar operações portuárias em Terra Santa

Em obras, terminal vai organizar operações portuárias em Terra Santa

Terra Santa é um dos municípios da região oeste do Pará beneficiados pelo governo do Estado com a construção de terminais hidroviários de cargas e passageiros. A população, de aproximadamente 20 mil habitantes, já vive a expectativa de contar com uma nova estrutura que vai organizar as operações portuárias e contribuir com o desenvolvimento social e econômico.

Em novembro do ano passado, o governador Simão Jatene assinou a Ordem de Serviço para autorizar o início da obra. O terminal está orçado em R$ 3.889.594,21. O recurso é fruto de financiamento adquirido pelo Estado junto à Caixa Econômica Federal, num aporte de mais de R$ 80 milhões para a construção de mais seis terminais.

De acordo com a Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), que fiscaliza a execução das obras, o terminal de Terra Santa está sendo construído para garantir e oferecer uma adequada prestação de serviços aos passageiros, além de contribuir com o desenvolvimento do município, que tem no porto o ponto de referência para abastecer o comércio local com produtos que chegam e saem todos os dias.

Estrutura - A construção do novo terminal segue normas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) - sobretudo nos critérios de segurança e acessibilidade. Conforme a CPH, o terminal de Terra Santa contará com um prédio de 266,80 metros quadrados, contendo: área de embarque e desembarque de cargas e passageiros; guichês para venda de passagens; guarda-volume; lanchonete; banheiros masculino, feminino e para portador de necessidades especiais, além de espaços disponíveis para instalação de lojas e órgãos intervenientes.

Na parte naval, o terminal será composto por uma plataforma metálica fixa de 30m x 3m, duas rampas metálicas articuladas de 25m x 3m, uma torre metálica de sustentação, um berço metálico de sustentação, um flutuante intermediário de 6m x 5m x 1,2m e um flutuante de 25m x 6,5m x 1,5m.

Integração - O terminal de Terra Santa integra um sistema de portos. Ao todo, serão sete novos terminais na região oeste. Desses, seis já tiveram Ordens de Serviços expedidas (nos municípios de Almeirim, Faro, Terra Santa, Prainha, Curuá e no distrito portuário de Santana do Tapará, em Santarém). A expectativa é que nos próximos dias, o próximo que deva ter a OS assinada seja o de Santarém, na área urbana.

De acordo com o diretor-presidente da CPH, Alexandre Von, o aporte financeiro realizado pelo Estado atende a uma demanda histórica da região, que tem no transporte hidroviário o principal meio de locomoção para se chegar de uma cidade a outra e, também, para movimentar a economia dos municípios. 

Por Samuel Alvarenga

 

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA