baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Termo prevê reforma no terminal hidroviário de Ponta de Pedras

 Termo prevê reforma no terminal hidroviário de Ponta de Pedras

A Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) e a prefeitura de Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó, assinaram nesta quarta-feira (9), em Belém, o termo de cooperação técnica que prevê elaboração de projeto básico e executivo de reforma e adequação do terminal hidroviário de passageiros e cargas da cidade. O projeto tem prazo de 12 meses para ser concluído.

 

"Todos os terminais hidroviários do Marajó serão reformados. É uma recomendação do governador Helder Barbalho para que possamos desenvolver mais a região e proporcionar segurança para os usuários que utilizam o modal hidroviário do Estado", destaca Abraão Benassuly, presidente da CPH.

 

A assinatura do termo foi comemorada pelo prefeito municipal, Pedro Paulo Boulhosa. O gestor espera que o terminal hidroviário impulsione mais o turismo no município, que costuma receber até 4 mil visitantes durante as férias escolares do mês de julho.

 

"Com o terminal vamos ter uma nova porta de entrada na cidade e poder dar mais conforto ao turista, e claro, aos próprios moradores de Ponta de Pedras. É uma obra que será muito aguardada por todos nós e que vai trazer muitos benefícios", destaca ele, que durante a assinatura do documento, esteve acompanhado de Márcia Câmara, assessora da prefeitura.

 

Ponta de Pedras - Localizado a cerca de 42 quilômetros de Belém, Ponta de Pedras, tem 30 mil habitantes e tem como principais atividades econômicas a agricultura e a pesca. Com sua arquitetura no estilo colonial, a cidade é lembrada por seu charme marajoara e praias de natureza exuberante.

 

Projetos – Das cidades do Marajó, os municípios de Santa Cruz do Arari, Cachoeira do Arari, Portel, Breves e Soure também já assinaram o termo de cooperação técnica para elaboração dos projetos básicos e executivos para futuras reformas dos espaços. Todos os projetos têm 12 meses para serem concluídos.

 

 

Por Bruno Magno (Ascom/CPH)

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA