baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Futuro terminal hidroviário de Portel vai ajudar a escoar produção de açaí

Futuro terminal hidroviário de Portel vai ajudar a escoar produção de açaí

Segundo maior produtor de açaí do Estado, o município de Portel, na ilha do Marajó, vai ganhar em breve uma importante ferramenta para escoar a produção local. A Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) e prefeitura municipal assinaram, nesta quinta-feira (26), o termo de cooperação técnica que prevê a elaboração de projeto básico e executivo para futura revitalização do terminal hidroviário de cargas e passageiros da cidade.

 

"É um passo muito importante para Portel, especialmente para os trabalhadores que pegam sol e chuva todos os dias para escoar a nossa produção de açaí. Sem contar que os passageiros também terão um maior conforto e segurança para sair ou chegar ao município. É uma obra que todos aguardam com ansiedade", destaca o prefeito de Portel, Manoel Santos.

 

Localizado a 270 quilômetros de Belém, a principal entrada para Portel é por meio hidroviário. A cidade tem como atividades econômicas agricultura e pesca, sendo a segunda maior produtora de açaí do Estado, perdendo somente para Igarapé-Miri.

 

 

Para o presidente da CPH, Abraão Benassuly, a futura revitalização do espaço é mais um compromisso cumprido pelo Estado e vai beneficiar os 62 mil moradores da cidade. "A reforma vai propiciar uma maior integração de Portel com os outros municípios marajoaras e reforça as ações do Governo por Todo o Pará", diz. O projeto de reforma e adequação tem prazo de 12 meses para ser concluído.

 

Reformas – Em julho deste ano, durante as ações do Governo Por Todo o Pará, no Marajó, governo do Estado, CPH e prefeituras municipais assinaram as ordens de serviço para elaboração de projetos de reforma e adequação de 10 terminais hidroviários: Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Chaves, Melgaço, Anajás, Bagre, Afuá, Soure, Breves e Portel.

 

O investimento, no valor de R$ 738.615,05, beneficiará os terminais de Breves, Santa Cruz do Arari, Melgaço e Soure. O valor de R$ 482 mil será destinado aos municípios de Afuá, Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves e Portel. As prefeituras de Breves, Melgaço e Santa Cruz do Arari já entregaram à CPH os conceitos básicos dos seus projetos.

 

Os terminais de Muaná e Ponta de Pedras estão em processo de revisão de projetos. Em Curralinho, a obra está em andamento, enquanto que os terminais de Gurupá e São Sebastião da Boa Vista já foram reformados. O terminal de Salvaterra tem a concessão da empresa Henvil para operar.
 

 

Por Bruno Magno (Ascom/CPH)

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA