baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

Terminal Hidroviário de Belém comemora aniversário e projeta ampliar oferta de destinos

Terminal Hidroviário de Belém comemora aniversário e projeta ampliar oferta de destinos
Hoje é dia de festa no Terminal Hidroviário do Porto de Belém "Luiz Rebelo Neto" que neste sábado, 23, completa um ano de funcionamento. Na comemoração teve missa de ação de graças e bolo de aniversário, tudo organizado no saguão do próprio terminal, reunindo passageiros, turistas e colaboradores do espaço por onde já passaram mais de um milhão de pessoas, desde a sua inauguração, beneficiando diretamente mais de 600 mil passageiros que embarcaram ou desembarcaram no terminal.


O maior presente que o terminal hidroviário pretende receber é a ampliação das linhas de embarcações e ao que tudo indica esse presente está garantido. O diretor da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), Abraão Benassuly Neto, informou  que as empresas de transporte hidroviário que estão operando atualmente no porto se comprometeram em ampliar e melhorar a frota atual com embarcações mais modernas e que ofereçam mais conforto aos passageiros. A ampliação de oferta de destinos também está prevista para acontecer nos próximos dois meses, com a inclusão de viagens para os municípios de Cametá e Ponta de Pedras.


“Estamos muito felizes com essa ampliação das operações do terminal. A novidade será a embarcação da Prefeitura Municipal de Belém, que vai fazer a linha Icoaraci/Centro, sendo uma alternativa de transporte para quem faz diariamente esse trajeto. A prefeitura já abriu licitação e acredito que em quatro meses essa linha deve estar operando aqui”, contou Benassuly ao afirmar que a intenção da administração do porto é ampliar serviços para que mais pessoas possam desfrutar do espaço. “O terminal está disponível para todas as empresas que queiram operar aqui”, reiterou.


Essa notícia com certeza vai agradar os usuários do terminal como a contadora Elida Moraes, que fez mais de cinquenta viagens para a Ilha do Marajó durante o primeiro ano de funcionamento do novo terminal. Para ela, não tem comparação entre a estrutura anterior e a atual, só o que falta é as empresas se empenharem em oferecer barcos com a mesma qualidade do terminal. “O espaço é ótimo, a logística e o atendimento são muito bons, além da gente se sentir seguro aqui. Mas, o porto precisa de barcos para o serviço ser completo e é esse o ponto que deixa muito a desejar”, afirmou.


Com um sorriso estampado no rosto, Maria Helena Melo estava animada na chegada a Belém, depois de passar alguns dias no município de Soure. Segundo Maria Helena, é muito satisfatório poder desembarcar no terminal e contar com a estrutura que é oferecida no local. “Esse lugar é uma delícia, a gente não tinha um lugar maravilhoso como esse. Fizeram um trabalho bem feito para a população e todos estão de parabéns”, disse. Renata Cardoso, que voltava de Salvaterra, também elogiou o espaço. “Antigamente era um sacrifício esse terminal, mas agora é maravilhoso. Estou orgulhosa e dou parabéns pelo ótimo trabalho”, disse Renata.


Manutenção - Para o professor Alex Costa, além da estrutura de qualidade que oferece banheiros, lanchonetes, lojas e serviços em um ambiente climatizado para a população que utiliza o modal hidroviário, o que chama a atenção no terminal é o estado de conservação do espaço. “Está igual ao dia que foi inaugurado. As pessoas geralmente tem todo o cuidado quando o serviço começa e depois isso vai se perdendo, mas até agora isso não aconteceu aqui, continua tudo muito limpo e conservado”, destacou Alex Costa ao parabenizar os funcionários do terminal.
Caio Ribeiro, administrador do porto, explica que a manutenção da estrutura é uma das premissas da administração do terminal que cobra constantemente que o espaço se mantenha funcionando da forma como foi projetado, com foco na excelência de serviço prestado para a população, o que é motivo de orgulho para o colaborador. “Eu me sinto bem em trabalhar em um local que a gente consegue levar para a população um serviço com o conforto e o respeito que ela merece”, garantiu.


Completo - O Terminal Hidroviário do Porto de Belém “Luiz Rebelo Neto” foi construído em uma área de cerca de cinco mil metros quadrados, no Galpão 9 da Companhia das Docas do Pará (CDP), fruto de um investimento de R$ 19 milhões, co-financiada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O prédio oferece uma gama de serviços que vai além da compra de passagens, embarque e desembarque de passageiros. Há lojas, praças de alimentação, atendimento turístico, apoio logístico, rede de fiscalização social e fiscal.

 

 

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 23/05/2015 14:48:00
Dani Filgueiras
Gabinete do Governador

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA