baner principal com título e logo do estado
Imprimir

Current Size: 100%

  • Preto/White
  • White/Preto
  • Yellow/Azul
  • Standard

Current Style: Standard

CPH destaca ações durante reunião do Conselho das Cidades do Pará

CPH destaca ações durante reunião do Conselho das Cidades do Pará

No segundo dia da 16ª Reunião Ordinária do Conselho das Cidades do Pará, realizada no auditório da Ioepa (Imprensa Oficial do Pará), nesta quarta-feira (27), a Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), detalhou as ações para desenvolver a malha hidroviária do Estado. O debate foi realizado dentro do 1º Seminário de Trânsito, Transporte e Mobilidade, que discute políticas públicas vigentes e propõe novas diretrizes para o desenvolvimento do Pará.

 

As ações realizadas pela CPH foram apresentadas aos conselheiros pela arquiteta e assessora técnica da Companhia, Liane Brito, que detalhou a construção e reforma de terminais hidroviários no Estado, sob a gestão do presidente Abraão Benassuly. "A CPH trabalha para desenvolver o Estado por meio da malha hidroviária, aproveitando o potencial dos rios que possuem navegabilidade, de maneira a incentivar as economias regionais, trazendo emprego, renda e qualidade de vida da população", destacou.

 

Liane explicou que atualmente a CPH constrói seis terminais hidroviários na região do Baixo Amazonas: Santarém, Santana do Tapará, Almeirim, Curuá, Faro e Prainha. As obras totalizam um pouco mais de R$ 82 milhões, com recursos financiados pela Caixa Econômica Federal. Ela ressaltou que o Terminal Hidroviário de Terra Santa, na mesma região, foi entregue em junho deste ano pelo Governo do Estado, mas que a CPH também reforma os terminais de Óbidos, também no Baixo Amazonas, e Limoeiro do Ajuru, Baixo Tocantins.

 

Além dos seis terminais hidroviários em construção no Baixo Amazonas, a CPH também está em fase de processo de elaboração de projetos de reforma e adequação de 10 terminais hidroviários da Ilha do Marajó, ao custo total de R$ 1.220.615,05. Os município beneficiados neste processo são: Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Chaves, Melgaço, Anajás, Bagre, Afuá, Soure, Breves e Portel. Nesta região, a CPH também reforma o terminal de Curralinho, enquanto que os terminais de Muaná e Ponta de Pedras estão em processo de revisão de projetos.

 

Ao final da apresentação, a assessora técnica respondeu aos questionamentos dos conselheiros, que parabenizaram o trabalho da Companhia. Este foi o último encontro realizado pelo Conselho este ano, com objetivo de garantir a participação da sociedade na execução dos planos de governo, além de apresentar propostas de melhorias.

 

 

Por Bruno Magno (Ascom/CPH)

Copyright © 2012 - CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará)

Av. Generalíssimo Deodoro, 367
CEP: 66050-160, FONE: (91) 3221-4100
Umarizal - Belém - Pará

selo de validação w3c selo de feito em drupal selo de feito pela PRODEPA